quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Quantos homens foram possuídos por demônios?



Somente um homem foi possuído por demônios.
Mc 5:1-2 - E chegaram à outra margem do mar, à província dos gadarenos. E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo,

Lc 8:26-27
 - E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia. E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que, desde muito tempo, estava possesso de demônios e não andava vestido nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros.


Dois homens foram possuídos por demônios.
Mt 8:28 - E, tendo chegado à outra margem, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram, que ninguém podia passar por aquele caminho.

-----------------------------------------------------------------------------

Por Pipe

Descontradizendo:
Não se trata de uma contradição. Trata-se apenas de relatos diferentes.

Mateus especifica que eram dois endemoninhados. Já Mateus e Lucas se limitam apenas a descrever a experiência de um deles em questão.

Como ninguém de nós estávamos lá para ver o ocorrido, não sabemos se o homem que Mc e Lc descrevem não era o mais agressivo dos dois.

Percebam que Mt começa a descrever os dois endemoninhados rapidamente dizendo que eram agressivos e cita as palavras deles a Jesus. Porém, as palavras de Jesus são resumidas a um simples: "- Vão!".

Observem:

Mt 8:
28 - E, tendo chegado à outra margem, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro
 dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram, que ninguém podia passar por aquele caminho.

29 - E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?

30 - E andava pastando distante deles uma manada de muitos porcos.

31 - E os demônios rogaram-lhe, dizendo: Se nos expulsas, permite-nos que entremos naquela manada de porcos.

32 - E ele lhes disse:
 Ide. E, saindo eles, se introduziram na manada dos porcos; e eis que toda aquela manada de porcos se precipitou no mar por um despenhadeiro, e morreram nas águas.

33 - Os porqueiros fugiram e, chegando à cidade, divulgaram tudo o que acontecera aos endemoninhados.

34 - E eis que toda aquela cidade saiu ao encontro de Jesus, e, vendo-o, rogaram-lhe que se retirasse do seu território.


Mc e Lc relatam o ocorrido da mesma forma. Diferem de Mt na quantidade de endemoninhados. Porém, parecem indicar que estavam falando da mesma pessoa e não de duas pessoas.

Vejamos:

Lc 8:
35 - E saíram a ver o que tinha acontecido e vieram ter com Jesus. Acharam, então,
 o homem de quem haviam saído os demônios, vestido e em seu juízo, assentado aos pés de Jesus; e temeram.

36 - E os que tinham visto contaram-lhes também como fora salvo aquele endemoninhado.

37 - E toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor lhe rogou que se retirasse deles, porque estavam possuídos de grande temor. E, entrando ele no barco, voltou.

38 - E
 aquele homem de quem haviam saído os demônios rogou-lhe que o deixasse estar com ele; mas Jesus o despediu, dizendo:

39 - Torna para tua casa e conta quão grandes coisas te fez Deus. E ele foi apregoando por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito.


Mc 5:
15 - E foram ter com Jesus, e viram
 o endemoninhado, o que tivera a legião, assentado, vestido e em perfeito juízo, e temeram.

16 - E os que aquilo tinham visto contaram-lhes o que acontecera ao endemoninhado e acerca dos porcos.

17 - E começaram a rogar-lhe que saísse do seu território.

18 - E, entrando ele no barco, rogava-lhe
 o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele.

19 - Jesus, porém, não lho permitiu, mas disse-lhe: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez e como teve misericórdia de ti.

20 - E ele foi e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera; e todos se maravilhavam.


Marcos e Lucas se limitaram a falar de um dos possessos apenas, porque talvez tenha sido apenas ele quem de fato foi atrás de Jesus para seguí-lo. O outro parece ter apenas sido liberto da possessa e não ter ido adiante.

Já Mateus, se preocupou apenas em relatar que eram dois e o ocorrido da manada de porcos possessa caindo no abismo.

Conclusão:
Fica implícito portanto, que Mt fala de dois endemoninhados sem entrar em pormenores específicos. E, Mc e Lc descrevem a experiência de um deles em especial. Portanto, não há nenhuma contradição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário