domingo, 6 de março de 2016

É certo chamar alguém de louco?


É certo chamar alguém de louco.
Sl 14:1 - Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.

Sl 53:1 - Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido e têm cometido abominável iniqüidade; não há ninguém que faça o bem.

Mt 23:17 - Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro ou o templo, que santifica o ouro?

Mt 23:19 - Insensatos e cegos! Pois qual é maior: a oferta ou o altar, que santifica a oferta?

Lc 11:40 - Loucos! O que fez o exterior não fez também o interior?

Lc 24:25 - E ele lhes disse: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!

Rm 1:21-22 - porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

I Co 15:36 - Insensato! O que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.

Gl 3:1 - Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi já representado como crucificado?


Não é certo chamar alguém de louco.
Mt 5:22 - Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar a seu irmão de raça será réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno.
---------------------------------------------------------------------------------

Descontradizendo:
Vamos primeiramente comentar o texto de Mt 5:21-22:
"Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar a seu irmão de raca será réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno".
R. V. G. Tasker em seu comentário de Mateus pela editora Mundo Cristão, pg.54-55, diz o seguinte:

”A palavra no grego usada por Jesus neste contexto é "more". More não é aqui a palavra grega para “tolo”, a qual o próprio Jesus usa ao dirigir-se aos fariseus em Mt 23:17, traduzida em português como “insensatos”. More seria, isto sim, uma transliteração da palavra hebraica “moreh”, que significa “aquele que persiste na rebeldia contra Deus”, ou “apóstata”, e que é encontrada em Jeremias 5:3 e em Salmos 78:8. Portanto, “Raca” significaria “tolo inútil” e “more” “miserável” ".

Fritz Rienecker e Cleon Rogers; Chave Linguística do Novo Testamento Grego, editora Vida Nova, pg.11, comenta que:
"Raca" (estulto, tolo) expressa desprezo pela cabeça do homem: "Seu estúpido!". "More" expressa desprezo pelo coração e caráter do homem. Tem o sentido de "Salafrário!".
____________________________________________________
Descontradizendo vs. por vs.:
Em nenhum dos textos usados pela BDC, quando a Bíblia usa a palavra "louco", "insensato", ela está usando as palavras "raca" e "more".

Vamos aos textos:
Sl 14:1 - Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.

Sl 53:1 - Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido e têm cometido abominável iniqüidade; não há ninguém que faça o bem.

Segundo Derek Kidner em seu comentário de Salmos pela editora Mundo Cristão, pg.95:
"A palavra hebraica para insensato nestes Salmo é "nabal"... epitomizada na pessoa de Nabal de 1 Sm 25:25. O sentido deste texto é daquele que desafia a existência de Deus. A este o salmista chama de insensato. Se trata do mesmo sentido da palavra grega “anóetos” de Rm 1:21-22".
______________________________________________________

Mt 23:17 - Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro ou o templo, que santifica o ouro?

Mt 23:19 - Insensatos e cegos! Pois qual é maior: a oferta ou o altar, que santifica a oferta?

Os dois textos Já foram ditos por R. V. G. Tasker de que não é nem a palavra "more" e nem "raca" usada em Mt 5:22. Aqui usa-se a palavra "Afron" para "Insensato".
_______________________________________________________

Lc 11:40 - Loucos! O que fez o exterior não fez também o interior?

Aqui no grego, a palavra "afron” significa "estulto, ignorante".
Ou seja, retraduzindo: “Ignorante! O que fez o exterior não fez também o interior?”

_______________________________________________________

Lc 24:25 - E ele lhes disse: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!

Aqui néscios no grego é “anóetos”, e significa sem entendimento, sem inteligência, estulto.
Ou seja, "E ele lhes disse: Ó homens sem inteligência e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!”.
________________________________________________________

I Co 15:36 - Insensato! O que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.

Aqui no grego, a palavra "afron” significa "estulto, ignorante". Ou seja, “Ignorante! O que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer”.
_________________________________________________________

Gl 3:1 - Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi já representado como crucificado?

Aqui néscios no grego é “anóetos”, e significa "sem entendimento, sem inteligência, estulto".
__________________________________________________________

Conclusão:
Em nenhum dos textos está se usando as palavras "Raca" e "More". Raca e More tinham um sentido muito mais ofensivo e maldoso do que "anóetos", "afrom" e "Nabal".

Há duas maneiras de se dizer louco:
Se alguém vai pular de um prédio sem pára-quedas e eu digo a este: “Você é louco!”. Eu estou sendo réu do fogo do inferno por isso? É óbvio que não. Porém, se num momento de raiva e descontrole emocional, chamo alguém de tolo, ou de louco apenas para feri-lo com palavras, estou pecando.

Os textos usados pela BDC para dizer que se pode usar a apalavra louco, é apenas no primeiro sentido.

O que o texto de Mt 5 está se referindo é no segundo sentido: Ofensa!

O sentido de Mt 5 é que Jesus estava comparando o seu ensino com o ensino dos fariseus. Os fariseus achavam que matar implicava apenas em tirar a vida de outra pessoa. Porém, Jesus estava ensinando que quando você menospreza uma pessoa, você a está "matando" também. Quando você fala mal de alguém e se posiciona como um juiz, você está de alguma forma trazendo juízo sobre a tua vida também. É isto que Jesus está ensinando.

Quando a Bíblia chama alguém de louco, não é para diminuir ou julgar. Mas apenas para dizer que a atitude de dar as costas e menosprezar à Deus é de fato uma loucura assim como pular de um prédio sem pára-quedas.


Pipe

4 comentários:

  1. Gostaria de perguntar-lhe se, na tua forma de entender, a expressão “réu do fogo do inferno” (Mt 5:22) significa que, para tal ofensa extremamente grave, não há perdão?
    Respeitosamente,
    Marcelo Victor
    Seu comentário está aguardando moderação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, pelo que o texto indica sim. Porque uma vez no inferno não há mais retorno.

      Excluir
    2. Mas lembrem -se réu não quer dizer condenado.

      Excluir
    3. O PERDÃO EXISTE, FÁCIL QUE NÃO É.

      Eu nunca vi alguém lavar os pés de uma pessoa de tanto chorar de arrependimento como em Lucas 7:38.

      Indo para uma leitura que complementa a história do perdão do ladrão na cruz, nos evangelhos apócrifos, 33 anos antes este ladrão ofereceu dinheiro/benefício para outro ladrão não saquear Maria, que andava com Jesus pelo deserto.

      Excluir